quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Com histórico positivo em Oschersleben, Augusto Farfus segue otimista para 7ª etapa do DTM

Categoria está de volta a Alemanha para reta final do campeonato. Em Oschersleben, brasileiro já triunfou no DTM e no WTCC, e espera repetir bom desempenho para conquistar bons pontos no fim de semana.



O moderno complexo Motorsport Arena, em Oschersleben, é o palco da sétima etapa do DTM neste fim de semana (11 a 13 de setembro), no retorno da categoria a Alemanha, após três rodadas ao redor da Europa - na Holanda, Áustria e Rússia. Único brasileiro no grid, Augusto Farfus tem ótimas lembranças do circuito, onde venceu pelo DTM em 2013 - ano em que se sagrou vice-campeão -, e também pelo WTCC em anos anteriores, além de ter completado todas as corridas que disputou lá na zona de pontuação. E é com esse objetivo que o piloto da BMW encara o desafio, de somar o máximo de pontos possíveis para se recuperar do revés na última etapa e ganhar posições na classificação geral.

O traçado de Oschersleben tem 3.696 metros de extensão, e exige muito do acerto no carro em relação ao downforce (carga aerodinâmica), o que costuma ser positivo para os carros da BMW. Há poucos pontos de ultrapassagem no circuito, fazendo assim com que a classificação seja ainda mais determinante na busca de um bom resultado nas corridas.

As atividades de pista na Alemanha começam na sexta-feira, com o shakedown e o treino livre 1. A segunda sessão acontece no sábado, assim como uma classificação e a primeira corrida, de 40 minutos. No domingo, novamente os pilotos fazem uma tomada de tempos e disputam a corrida 2, de 60 minutos com um pit-stop obrigatório.

O canal BandSports transmite a corrida de sábado ao vivo a partir das 8h30, horário de Brasília.

Augusto Farfus:

"Venci em Oschersleben em 2013 e também no WTCC, e pontuei em todas as vezes que corri lá. Por isso, tenho ótimas lembranças do circuito e estou bem motivado para a etapa. O circuito exige muito do downforce, e isso normalmente é favorável para o acerto do nosso carro. Não vem sendo um ano fácil para a BMW, mas essa é uma pista em que sempre andamos bem, então estamos otimistas. Ultrapassar nesse circuito é complicado, então a tomada de tempos é fundamental, e se fizermos uma boa classificação, acredito que podemos segurar as posições e sair dessa etapa com bons pontos."

Texto: EverSports
Foto: BMW

Nenhum comentário:

Postar um comentário