sábado, 11 de julho de 2015

DTM: Na Holanda, Augusto Farfus conquista pole-position e 4º lugar na corrida 1 do fim de semana

Em dia marcado por grande domínio da BMW, curitibano considera resultado positivo e espera por nova chance de vitória neste domingo.



A boa expectativa de Augusto Farfus para a etapa holandesa do DTM neste fim de semana se confirmou. O brasileiro, assim como a montadora BMW, voltou a figurar entre os mais rápidos, mostrando forte desempenho perante a Audi e Mercedes desde o primeiro treino livre, ainda na sexta-feira (10), e neste sábado, a história se repetiu no tradicional circuito de Zandvoort. Farfus liderou o treino livre da manhã e conquistou uma grande pole-position logo em seguida, na classificação 1, a frente de outras três BMW M4 DTM, que ocuparam as duas primeiras filas com as quatro primeiras posições no grid. Fato interessante foi que os quatro primeiros (Farfus, Wittmann, Da Costa e Martin) ficaram separados por menos de 1 décimo de segundo na tomada de tempos.

Horas depois, na corrida 1, o brasileiro não teve uma boa tração na largada e acabou ficando em posição desfavorável na curva 1, caindo para quarto lugar, posição que manteve até o fim da prova curta, de 40 minutos e sem pit-stops. A corrida foi marcada pelo domínio da BMW, que incrivelmente colocou sete carros nas sete primeiras posições, mostrando uma reação no campeonato, que vinha sendo dominado pela Audi. A vitória ficou com o atual campeão Marco Wittmann, seguido do português Antonio Felix da Costa e do belga Maxime Martin. Com o 4º lugar, Farfus somou 12 pontos e alcançou seu melhor resultado do ano até agora. Foi também a quarta pole position do curitibano no DTM - único representante brasileiro na história do renomado campeonato alemão -, que também soma quatro vitórias e nove pódios na categoria.

Neste domingo (12), os pilotos voltam à pista para uma nova classificação, para definirem o grid de largada da prova 2, que será transmitida ao vivo no Brasil pelo canal BandSports às 9h.

Augusto Farfus:

"Hoje foi um bom dia, conquistar a pole foi uma confirmação de que esperávamos estar fortes aqui e ótimo para BMW, que teve bons resultados. Na corrida, não tive uma largada espetacular, e isso acabou nos custando de certa forma um pódio ou quem sabe uma vitória, já que Zandvoort é uma pista com poucos pontos de ultrapassagens. Mostramos que temos um carro competitivo, então vamos estudar mais alguns pontos e brigar pela vitória amanhã novamente."

Resultado da corrida 1 - DTM, 4ª etapa, Zandvoort:

1 - Marco Wittmann (BMW M4) - RMG - 25 voltas
2 - Antonio Felix Da Costa (BMW M4) - Schnitzer - 0"464
3 - Maxime Martin (BMW M4) - RMG - 2"229
4 - Augusto Farfus (BMW M4) - RBM - 3"768
5 - Bruno Spengler (BMW M4) - MTEK - 4"514
6 - Timo Glock (BMW M4) - MTEK - 6"054
7 - Tom Blomqvist (BMW M4) - RBM - 7"273
8 - Mike Rockenfeller (Audi RS5) - Phoenix - 7"837
9 - Nico Muller (Audi RS5) - Rosberg - 8"677
10 - Pascal Wehrlein (Mercedes C63) - HWA - 9"041
11 - Gary Paffett (Mercedes C63) - ART - 12"217
12 - Christian Vietoris (Mercedes C63) - HWA - 12"906
13 - Mattias Ekstrom (Audi RS5) - Abt - 15"738
14 - Timo Scheider (Audi RS5) - Phoenix - 17"847
15 - Maximilian Gotz (Mercedes C63) - Mucke - 20"492
16 - Daniel Juncadella (Mercedes C63) - Mucke - 24"636
17 - Lucas Auer (Mercedes C63) - ART - 25"656
18 - Adrien Tambay (Audi RS5) - Abt - 30"023
Não completaram
Jamie Green
Robert Wickens
Miguel Molina
Edoardo Mortara
Martin Tomczyk
Paul Di Resta


Texto: EverSports
Foto: DTM

Nenhum comentário:

Postar um comentário