sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Festa pela pole position e novo recorde em Tarumã

Protótipo MXR 28 fez o incrível tempo de volta de 57 segundos 870 milésimos no circuito de Tarumã.



Largar na primeira fila na clássica prova das 12 Horas de Tarumã já é uma honra e com um tempo recorde de volta ficou ainda melhor. A equipe do MXR 28 vibrou a conquista da pole position no treino realizado no final da tarde desta sexta-feira (06/12).

- A gente veio para isso. Sabemos que dá para ser ainda melhor. A prova é outra história e não tem favorito. Temos muitos carros adversários resistentes e nesse pontos nós estamos conscientes que temos que aprimorar bastante - destacou o piloto Juliano Moro.

Até o final da sexta-feira o grid de largada estava com 36 equipes confirmadas. Uma das novidades na pista será o protótipo MRX 2 que é o pioneiro no Brasil, em atividade, com o cockpit fechado.

- Não será um carro tão rápido no início já há uma série de evoluções a serem feitas. O carro fechado traz segurança já que possui um "Santo Antônio" forte e essa preocupação em provas de endurance deve sempre ser valorizada - comentou o piloto Cláudio Ricci.

Vencedor em 2010 e 2011, a equipe MC Tubarão quer retomar o caminho da vitória nas 12 Horas de Tarumã neste ano. O carro fez o 4º melhor tempo.

- Adotamos na classificação a estratégia de usar sempre o mesmo pneu. Nãoa preparamos o carro na classificação para sermos tão rápidos, mas sim já pensando na corrida. Minha equipe quer recuperar o título das 12 Horas. No ano passado, nós estávamos liderando e perdemos faltando 41 minutos - relatou o piloto Tiel Andrade.

O preparador Luciano Mottin está otimista no trabalho com a equipe do MCR 46 que terá o comando do trio Vitor Genz, Carlos Kray e João Sant´Anna.

- Nosso carro está muito bom, mas também ficamos contentes com a pole position do Juliano Moro. Fizemos o segundo melhor tempo sem colocar pneus novos. O motor está indo bem e a expectativa é irmos bem - declarou.

Em 2012, a equipe formada pelos pilotos Pierre Ventura, João Cardoso Júnior, Felipe Toledo, Cristiano de Almeida e Gustavo Martins, cruzou a linha de chegada apenas em 4° marcha no MXR número 10.

- Vamos para a prova com a mesma força do ano passado para tentar ganhar de novo, pois sabemos que é uma prova bem disputada e difícil - afirmou o piloto Pierre Ventura.

E se engana quem pensa que os boxes contam apenas com a presença masculina. A piloto Aline Cipriani corre pela segunda vez nas 12 Horas de Tarumã e esse ano guiando o Ford Focus número 50.

- De madrugada é bem difícil pilotar porque exige muita atenção. Os protótipos são rápidos demais e podem aparecer do teu lado em meio a uma tomada de curva. Vamos torcer para dar certo. No ano passado estávamos liderando e infelizmente quebrou o motor. Agora, esperamos que tudo dê certo - disse.

A prova das 12 Horas de Tarumã ocorre no sábado, dia 7 de dezembro à meia noite. Os ingressos custam R$ 20,00. As credenciais para visitar os boxes custam R$ 50,00. A venda ocorre diretamente na bilheteria do Autódromo. Outras informações podem ser obtidas no site www.rachataruma.com.br. A preliminar terá como atração da decisão da Copa Classic, a partir das 17h.

As 12 Horas de Tarumã é uma realização do Automóvel Clube do Rio Grande do Sul, Federação Gaúcha de Automobilismo e Confederação Brasileira de Automobilismo. O apoio é da Tim.


Texto: PlayPress Assessoria de Imprensa
Foto: Marcelo Matusiak

Nenhum comentário:

Postar um comentário