sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Corrida da Stock Car em Brasília tem sete na briga pelo título

Prova de domingo às 11 horas nos 2.919 metros do traçado da Capital Federal define quantos desses pilotos chegarão a Interlagos, no dia 15 de dezembro, ainda com condições matemáticas de levantar troféu de campeão do Circuito Nova Schin.



A prova disputada nos 2.919 metros do anel externo do Autódromo de Brasília sempre reserva emoções à parte no Circuito Nova Schin Stock Car. Foi assim no ano passado, com a vitória de Max Wilson, que o manteve na briga pelo seu segundo título, depois conquistado por Cacá Bueno. Desta vez não será diferente no domingo, pois sete pilotos se mantêm na briga pela conquista mais importante do automobilismo brasileiro e vários outros estarão na luta pela vitória no veloz traçado da Capital Federal. Assim, mais uma vez a corrida, marcada para começar às 11 horas, terá muita adrenalina nos 40 minutos mais uma volta.

Até agora estão na disputa o líder Daniel Serra, que busca inédito título, o segundo colocado na classificação geral Thiago Camilo, outro que nunca se sagrou campeão, os terceiros, o pentacampeão Cacá Bueno e o campeão de 2008 Ricardo Maurício, o quarto Valdeno Brito, Max Wilson, campeão de 2010, e Marcos Gomes. Todos esses possuem condições matemáticas de desembarcar em Interlagos, no dia 15 de dezembro, na disputa.

Filho do tricampeão da Stock Car Chico Serra, Daniel tem 172 pontos, Thiago Camilo, 161, Cacá e Ricardinho estão empatados com 160, Valdeno Brito (120), Max Wilson (117) e Marcos Gomes (102). Destes que disputam o título, somente Max e Valdeno, primeiro ganhador da Corrida do Milhão (2008), ainda não venceram na temporada. Serrinha subiu no lugar mais alto do pódio três vezes: na primeira corrida realizada em Curitiba, em Tarumã e no Velopark. Camilo venceu nas ruas de Ribeirão Preto, Cacá ganhou em Interlagos e na primeira de Brasília e Ricardinho acabou na frente no circuito de rua do Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Enquanto os dois primeiros na classificação geral (Daniel e Thiago) nunca ganharam na pista da Capital Federal, Cacá tem três vitórias (2005, 2010 e 2013) Valdeno ganhou em 2011, Max em 2012 e Ricardinho duas vezes, ambas em 2008. Marcos Gomes é outro ainda sem vitória neste traçado. Quem pode colocar mais fogo nessa disputa é Allam Khodair, que tem o histórico de duas vitórias em Brasília, ambas em 2009. Átila Abreu, primeiro em Curitiba, na última etapa, também quer colocar em seu currículo outro bom resultado na tradicional pista.

Além dessa briga pelo título, muita gente tentará fazer o melhor possível para renovar contrato para a próxima temporada, pois quando terminar a 11ª etapa restará somente a última, no templo do automobilismo brasileiro, para encerrar 2013 e acertar acordos com patrocinadores para o ano que vem, quando a Stock Car completará 35 anos ininterruptos.

Na Corrida do Milhão, dia 15 de dezembro nos 4.314 metros do seletivo traçado paulistano, a tensão cresce, pois além da vitória e da disputa pelo título estará em jogo o maior prêmio do esporte brasileiro: R$ 1 milhão ao vencedor. Entre os garantidos a chegar na briga para ser campeão estão os três vitoriosos na lucrativa etapa. O maior ganhador da prova é Thiago Camilo, que levou a bolada em 2011 e 2012, enquanto Ricardo Maurício conquistou em 2010. Valdeno Brito foi o primeiro vencedor, em 2008.

A novidade neste penúltima etapa é a estreia do piloto Lucas Foresti. Natural de Brasília, ele fará sua primeira corrida na principal e mais tradicional categoria do automobilismo brasileiro.

O primeiro treino do final de semana está marcado para sexta-feira a partir das 16 horas, com os carros divididos em dois grupos com 40 minutos de prática para cada um. Antes, das 15h45 às 15h55, será realizado o shake down, com os carros tendo, obrigatoriamente, de passar por dentro dos boxes. No sábado acontece um treino livre pela manhã, com início às 10h30 e depois o classificatório, às 15 horas, para definir o grid de largada da penúltima prova da temporada.

Campeonato Brasileiro de Turismo

Os fanáticos torcedores de Brasília, que sempre lotam as arquibancadas, também terão a oportunidade de acompanhar o Campeonato Brasileiro de Turismo, a categoria formadora de pilotos para o Circuito Nova Schin Stock Car. Um dos frutos desse trabalho é Gabriel Casagrande que, nesta temporada mesmo, fez três corridas na principal e mais tradicional categoria do automobilismo brasileiro.

Felipe Fraga, o líder do campeonato, tem 108 pontos contra 94 de Marco Cozzi. No entanto, mesmo que ele vença e o segundo deixe de marcar pontos, a disputa permanecerá aberta devido à pontuação dobrada na última etapa, dia 15 de dezembro junto com a decisão do Circuito Nova Schin Stock Car e a quinta edição da Corrida do Milhão.

O Circuito Nova Schin Stock Car tem organização e realização da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). A Nova Schin é o patrocinador master da principal categoria do automobilismo brasileiro, dando nome ao campeonato e traz para as pistas a parceria com o Parada Pela Vida, projeto do Ministério das Cidades, que incentiva o consumo responsável de bebida alcoólica. O evento também tem o patrocínio da Pirelli, além do copatrocínio de Shell V-Power Etanol, Bosch, Mobil Super, Pioneer e o apoio da Transzero. As montadoras são Chevrolet e Peugeot.

Mais informações no site: www.stockcar.com.br


Texto: Vicar Brasil
Foto: Duda Bairros - Vicar

Nenhum comentário:

Postar um comentário