domingo, 20 de outubro de 2013

Stock Car: Com motor trocado, Rafa Matos pontua em Curitiba e sobe duas posições no campeonato

Justino sofre batida na largada, tem pneu furado e fica fora da zona de pontos na pista paranaense.


Sob forte calor, o autódromo internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), recebeu neste domingo (dia 20) a 10ª etapa da Stock Car. Faltando agora apenas duas voltas para a decisão do campeonato, a disputa pela liderança foi bastante acirrada. Átila Abreu, que largou na pole, chegou a sua primeira vitória em 2013. O paulista Thiago Camilo foi o segundo e Daniel Serra terminou em terceiro, mantendo-se na liderança, com 172 pontos.

Na equipe Hot Car Competições (Bardahl), o mineiro Rafa Matos chegou bem próximo de terminar entre os 10 primeiros, mas o 15º lugar também foi comemorado, principalmente porque o piloto ganhou duas posições no campeonato (é o 12º com 68 pontos). O piloto, que teve o motor quebrado no classificatório, o que prejudicou seu desempenho na tomada que definiu o grid, partiu da 19ª posição e virou sempre muito rápido durante toda a prova.

Já o companheiro Wellington Justino foi prejudicado por um toque logo na largada. O piloto ficou com o carro todo desalinhado e ainda teve um pneu furado. O goiano cruzou a linha de chegada em 27º lugar.

"O desempenho do Rafa confirmou a conclusão que tivemos ontem. O carro estava muito bom, mas infelizmente o motor quebrou e tivemos de substituir. Fizemos uma estratégia arriscada na prova, mas boa. Não trocamos os pneus, colocamos pouco combustível, mas o Rafa foi tentar ganhar a 10ª posição e acabou escorregando e bateu, caindo mais pra trás, mas acontece. Saio satisfeito, porque analisamos o nosso desempenho com relação aos ponteiros e o carro estava muito bom. Nosso objetivo é terminar o campeonato entre os Top 10 e o Rafa está próximo disso", comemorou o chefe da equipe Amadeu Rodrigues.

"No caso do Wellington, ele levou uma batida muito forte logo na largada, que desalinhou o carro inteiro e depois o pneu traseiro esquerdo acabou furando. Ele teve de fazer duas paradas e isso atrapalhou a corrida dele", lamentou o comandante da Hot Car.

Matos, que pilota o Stock #2, também ficou satisfeito com o rendimento do seu carro na prova. "Apesar de alguns problemas e da infelicidade de eu ter encostado no Denis Navarro na disputa pelo 10º lugar no final, eu acho que o dia foi positivo. Ganhamos duas posições no campeonato, cumprindo o nosso objetivo que é tentar chegar entre os 10 primeiros na temporada. Tivemos a infelicidade de quebrar o motor ontem e, certamente, este motor novo era mais lento que o outro. Mas o carro se comportou bem na corrida e evoluímos muito durante o final de semana. Agora é focar em Brasília e São Paulo para fazer o melhor possível e terminar entre os 10", destacou o ex-piloto de Fórmula Indy.

Já o goiano Justino espera em Brasília conseguir largar mais na frente. "Largar lá atrás é sempre uma confusão. Tem muita batida e acabei tomando um toque e saí da pista, caindo pra último. Meu carro desalinhou totalmente. Acabei voltando para a corrida, mesmo com o carro ruim, mas tive um furo de pneu e isso prejudicou ainda mais. Agora é levantar a cabeça e tentar encontrar o acerto ideal para classificar melhor em Brasília, porque saindo de trás é sempre complicado", completou o piloto, que comanda o carro #26.

Confira o resultado da 10ª etapa em Curitiba:

1) Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing), 42min22s587, média de 162,18 km/h
2) Thiago Camilo (Ipiranga-RCM), a 2s044
3) Daniel Serra (Red Bull Racing), a 6s809
4) Ricardo Maurício (Eurofarma RC), a 7s167
5) Cacá Bueno (Red Bull Racing), a 7s458
6) Sérgio Jimenez (Voxx Racing Team), a 14s059
7) Marcos Gomes (Carlos Alves Competições), a 16s199
8) Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing), a 18s288
9) Ricardo Zonta (BMC Racing), a 21s024
10) Valdeno Brito (Shell Racing), a 22s485
11) Rubens Barrichello (Full Time Competições), a 22s959
12) Diego Nunes (RC3 Bassani), a 24s925
13) Popó Bueno (Shell Racing), a 26s785
14) Allam Khodair (Vogel Motorsport), a 31s872
15) Rafa Matos (Hot Car Competições), a 32s608
16) Denis Navarro (Voxx Racing Team), a 33s001
17) Tuka Rocha (BMC Racing), a 34s298
18) Lico Kaesemodel (Boettger Competições), a 46s259
19) Rodrigo Sperafico (Prati-Mico's Racing), a 48s050
20) Rodrigo Pimenta (Gramacho Competições), a 52s870
21) Vitor Genz (Gramacho Competições), a 52s930
22) Galid Osman (Ipiranga-RCM), a 57s248
23) Julio Campos (Prati-Mico's Racing), a 1min11s715
24) Max Wilson (Eurofarma RC), a 1 volta
25) Fábio Fogaça (Vogel Motorsport), a 1 volta
26) Ricardo Sperafico (Officer ProGP), a 1 volta
27) Wellington Justino (Hot Car Competições), a 1 volta
28) Felipe Lapenna (Hanier Racing), a 7 voltas
29) Gabriel Casagrande (RC3 Bassani), a 16 voltas
30) Luciano Burti (Boettger Competições), a 19 voltas
31) David Muffato (Carlos Alves Competições), a 23 voltas
32) Alceu Feldmann (Full Time Competições), a 28 voltas

Classificação do Campeonato após dez etapas (top-10):
1. Daniel Serra (Red Bull Racing) - 172 pontos
2. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 161
3. Cacá Bueno (Red Bull Racing) - 160
4. Ricardo Mauricio, (Eurofarma RC) - 160
5. Valdeno Brito (Shell Racing) - 119
6. Max Wilson (Eurofarma RC) - 117
7. Marcos Gomes (Carlos Alves Competições) - 102
8. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) - 87
9. Rubens Barrichello (Full Time Competições) - 83
10. Ricardo Zonta (BMC Racing) - 82
12. Rafa Matos (Hot Car) - 68
31. Wellington Justino (Hot Car) - 8

Na temporada 2013 da Stock Car, a equipe Hot Car Competições tem o patrocínio da Bardahl e apoio das empresas Leites Manacá, Ativas, Symantec, IMM Impermeabilizantes, Belvitur e Sienna Motors.


Texto: FG Com
Foto: Vanderley Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário