segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Márcio Campos vai ao pódio em terceiro e amplia vantagem na liderança

Piloto gaúcho da Sicredi Racing faz prova de recuperação no Velopark e conquista terceiro lugar no Mercedes-Benz Grand Challenge.


Foi de Edson Coelho Júnior a vitória na sexta etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge. Largando em segundo, o piloto mineiro da RSports assumiu a liderança na primeira curva da corrida disputada neste domingo (6) em Nova Santa Rita (RS), no Autódromo Internacional Velopark, em uma ultrapassagem que acabou provocando o toque lateral de seu carro com o do gaúcho Márcio Campos, líder da temporada, que terminou a prova em terceiro.

O toque com Coelho Júnior momentos depois da largada fez com que Campos caísse para o quinto lugar. Assumindo a tarefa de empreender uma corrida de recuperação, o piloto da equipe Sicredi Racing fez ultrapassagens sobre os paulistas Arnaldo Diniz Filho e Rubens Tilkian para assumir o terceiro lugar. Nas voltas finais, pressionou o seu conterrâneo Fernando Júnior, da WRC, que manteve o segundo lugar até a bandeirada final.

“A largada foi decisiva para o resultado da corrida”, definiu o bicampeão Campos. “Larguei bem, mas o Edson veio para cima e acabou havendo aquele toque na primeira curva, que foi coisa normal de corrida. Fiquei do lado de fora e vários carros foram passando e eu demorei a voltar, quando voltei estava em quinto. Fui muito conservador, estava procurando ao máximo não me envolver em acidentes, pensando no campeonato”, falou o líder da temporada.

As características do traçado de 2.278 metros do Velopark impediram uma corrida de recuperação mais eficiente, segundo Márcio Campos. “Nessa pista é muito difícil passar. Fui em busca do quarto, depois do terceiro, acabou sendo um bom resultado. Em termos de campeonato, melhorou, abri mais dois pontos de vantagem”, lembrou – o paulista Neto de Nigris, da Gramacho, vice-líder do campeonato, terminou em quarto.

Depois de 41 voltas, o resultado final da sexta etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge no Velopark foi o seguinte:

1º) Edson Coelho Júnior (MG), RSports, 45min44s507
2º) Fernando Júnior (RS), WRC, a 9s941
3º) Márcio Campos (RS), Sicredi Racing, a 10s852
4º) Neto de Nigris (SP), De Nigris-Gramacho, a 39s201
5º) Cesare Marrucci (SP), WRacing, a 1min04s506
6º) Rubens Tilkian (SP), Dragão Motorsport, a 1 volta
7º) Léo de Nigris (SP), De Nigris-Gramacho, a 1 volta
8º) Amorim Júnior (SP), Fiolux-RSports, a 2 voltas
9º) Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr. (SP/SP), Paioli Racing, a 2 voltas
10º) Arnaldo Diniz Filho (SP), Dragão Motorsport, a 2 voltas
11º) Rafael Zapelini/Raphael Teixeira (SC/GO), Rodoerre Racing, a 2 voltas
12º) Beto Rossi (SP), RSports, a 2 voltas
13º) Peter Michael Gottschalk (SP), Paioli Racing, a 6 voltas
NÃO COMPLETARAM
Roberto Santos (SP), Della Via, a 23 voltas
Tales Lombardi/Gustavo Marques (SP/SP), RSports, a 27 voltas
Betinho Sartório (ES), Della Via, a 30 voltas
NÃO LARGOU
Linneu Linardi (SP), SBC Trans
Melhor volta: Coelho Jr., na 8ª, 1min03s681, média de 128,779 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Após seis corridas, a classificação do campeonato é a seguinte: 1º) Márcio Campos, 96 pontos; 2º) Neto de Nigris, 91; 3º) Rubens Tilkian, 79; 4º) Edson Coelho Júnior, 78; 5º) Cesare Marrucci, 57; 6º) Arnaldo Diniz Filho e Amorim Júnior, 52; 8º) Marcos Paioli, 42; 9º) Peter Gottschalk Júnior e Léo de Nigris, 39; 11º) Fernando Júnior, 30; 12º) Peter Michael Gottschalk, 29; 13º) Roberto Santos, 23; 14º) Linneu Linardi, 22; 14º) Betinho Sartório, 22; 16º) Rafael Zapelini, 20; 17º) Beto Rossi, 18; 18º) Raphael Teixeira, 14; 19º) Humberto Santos, 9; 20º) Jorge Tamake Júnior, 4.


Texto: Grelak Comunicação
Foto: Fernanda Freixosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário