sábado, 7 de setembro de 2013

Formula 4: Gustavo Lima faz corrida de recuperação em Snetterton e larga em terceiro na prova 2

À vontade no circuito britânico, brasiliense da HHC Motorsport realizou seis ultrapassagens na primeira corrida do fim de semana e cruzou a linha de chegada em sétimo, mas ganhou uma posição com a desclassificação de Matt Mason. Embalado, piloto segue para domingo com esperanças de pódio.



Gustavo Lima teve muitos motivos para sorrir neste sábado (7) em Snetterton, na abertura da sétima e penúltima etapa da temporada 2013 da Formula 4 Inglesa. O piloto da HHC Motorsport obteve bom desempenho e realizou bela corrida de recuperação depois de ter largado no pelotão intermediário, ganhando nada menos que seis posições, cruzando a linha de chegada em sétimo, que virou sexto após a desclassificação de Matt Mason. Melhor do que isso foi a posição obtida para o grid da corrida 2, marcada para a manhã de domingo (6h40 - horário de Brasília). Por conta da regra do grid invertido, Lima parte da terceira posição, numa ótima condição para que o jovem finalmente conquiste seu primeiro pódio na categoria.

Os trabalhos de Gustavo em Snetterton neste sábado começaram logo pela manhã com a realização da única sessão classificatória do fim de semana. O ritmo do piloto brasiliense foi apenas razoável, dando-lhe a 14ª posição no grid da corrida 1. Entretanto, Lima subiu uma colocação porque James Fletcher, então segundo no alinhamento inicial, foi punido por irregularidades na traseira do seu carro, sendo relegado ao último posto.

Desta forma, o brasiliense partiu da 13ª colocação. Depois de uma ótima primeira volta, Gustavo ganhou três posições, ultrapassando inclusive o compatriota Pietro Fittipaldi. Lima seguiu avançando no pelotão e subiu para nono na segunda volta, sempre com ritmo mais rápido em relação aos seus adversários diretos. Foi assim que o piloto da HHC Motorsport também conseguiu avançar mais uma colocação, garantindo momentaneamente o oitavo posto. Depois de um tempo, seu ritmo acabou por ser bastante similar aos dos seus oponentes, dificultando assim uma manobra de ultrapassagem. Entretanto, na última volta, Gustavo coroou sua reação ganhando mais uma posição, cruzando a linha de chegada em sétimo.

Mas pouco depois da bandeirada final, a direção de prova optou por desclassificar Matt Mason, que terminou logo à frente de Gustavo. A organização da Formula 4 alegou que o novato ‘guiou de maneira não compatível com a segurança geral’. Assim, Lima acabou herdando a sexta posição do britânico, definindo automaticamente sua colocação na largada da corrida 2 graças à regra do grid invertido em relação aos oito primeiros da primeira prova do fim de semana.

Para a manhã de domingo, a expectativa é ainda mais positiva levando em conta a sua posição de largada. Partindo da terceira colocação, Gustavo tem todas as condições de finalmente chegar ao seu objetivo inicial e faturar o primeiro pódio do ano. E levando em conta o bom ritmo de corrida demonstrado em Snetterton — pista onde Lima obteve seu melhor resultado na temporada —, o clima é realmente de bastante otimismo.

Gustavo Lima:

"Foi uma corrida de superação e recuperação. Fiz uma primeira volta muito boa e ganhei três posições. Isso me deu uma confiança muito grande para seguir em frente. E foi isso o que aconteceu, ganhei outras três colocações e terminei num sétimo lugar bastante positivo, que acabou se convertendo em sexto com a punição do meu adversário. Esse bom ritmo me deixou bastante otimista para amanhã, quando vou largar na segunda fila da corrida 2. O carro está muito bom, muito estável. Espero que a gente consiga o primeiro pódio, estamos trabalhando bastante para isso. Vamos ver o que sai amanhã."

Programação para etapa de Snetterton (horários de Brasília):

Domingo (8):
6h40 - Corrida 2
10h30 - Corrida 3

Formula 4, Snetterton, corrida 1, final (dez primeiros):
1. Jake Dalton, Lanan Racing, 10 voltas
2. Struan Moore, Hillspeed, +4.831s
3. Jake Hughes, Lanan Racing, +5.885s
4. Charlie Robertson, HHC Motorsport, +6.298s
5. Matty Graham, Sean Walkinshaw Racing, +9.763s
6. Gustavo Lima, HHC Motorsport, +13.107s
7. Seb Morris, Hillspeed, +13.173s
8. Jack Barlow, Sean Walkinshaw Racing, +14.816s
9. Diego Menchaca, Mark Godwin Racing, +15.112s
10. Pietro Fittipaldi, Mark Godwin Racing, +28.765s


Texto: EverSports
Foto: Jakob Ebrey

Nenhum comentário:

Postar um comentário