sábado, 24 de agosto de 2013

Sergio Fasci larga na pole da GP 600 em Cascavel

Piloto argentino vai puxar a fila de largada para a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.


O treino classificatório que mostrou o pole-position para a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o Moto 1000 GP, que será realizado neste domingo (25) no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR), teve o argentino Sergio Fasci como o mais rápido da categoria GP 600. Ele marcou o tempo de 1min06s643 e colocou a equipe da MGBike Yamaha Team na primeira fila do grid.

Feliz com a posição alcançada na pista paranaense agora o trabalho será de administração de um bom resultado. “Gostei muito da pista de Cascavel, por ser um traçado rápido. A equipe está trabalhando forte para que, na corrida, tenhamos um equipamento durável”, sintetizou.

Na segunda colocação ficou Ademilson Peixer, da equipe Moto 3 Racing Team, que fechou o treino classificatório em 1min06s773 em sua melhor volta. “O treino foi muito forte e estou contente por ter sido o segundo colocado. Tenho ao meu lado na primeira fila dois argentinos, e a torcida de quem assistir a corrida vai ser importante para mim”, pediu ele.

Fechando a primeira fila de largada ficou Nicolas Tortone, também argentino e companheiro de equipe de Fasci. Como mais um estrangeiro correndo no Brasil, Tortone pensa em comemorar o pódio longe de casa. “Quero levar para casa um troféu do Brasil e espero uma corrida sem mais complicações. Pretendo seguir brigando sempre pela ponta durante a corrida, porque assim, não terei problemas”, finalizou. A corrida da categoria GP 600 começa a partir das 11h20, para as vinte voltas programadas.

Confira o grid de largada da categoria GP 600 para a corrida deste domingo, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel:

1º) Sérgio Fasci (ARG/MG Bikes Yamaha Racing), Yamaha, 1min006s643
2º) Ademilson Peixer (PR/Moto 3 Racing Team), Kawasaki, 1min06s773
3º) Nicolas Tortone (ARG/MG Bikes Yamaha Racing), Yamaha, 1min06s936
4º) Rafael Bertagnolli (RS/BSB Motor Racing), Kawasaki, 1min07s277
5º) André Veríssimo (SP/Motrix Scigliano Racing), Kawasaki, 1min07s498
6º) Marciano Santin (RS/Santin Racing), Honda, 1min08s455
7º) Ígor Érnica (PR/Motrix Scigliano Racing), Yamaha, 1min08s969
8º) Gustavo Ceccarelli (SP/HPN Racing Team), Kawasaki, 1min08s970
9º) Alex Pires (RJ/Center Moto Racing Team), Kawasaki, 1min09s417
10º) Sergio Laurentys (BA/Tato Racing), Kawasaki, 1min09s641
11º) Eduardo Costa Neto (SP/Mobil Rush Racing), Kawasaki, 1min09s752
12º) Manuel Jimenez (PR/Grinjets SBK Racing), Kawasaki, 1min09s878

Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece pneus a todas as equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem o apoio de Beta Ferramentas, BMW Serviços Financeiros, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN Racing, Denko e Peterlongo.


Texto: Grelak Comunicação
Foto: Equipe Sanderson

Nenhum comentário:

Postar um comentário