quinta-feira, 4 de julho de 2013

Equipe do Corinthians muda layout dos caminhões e apresenta nova musa

Branco, preto e dourado serão as cores dos Fórmula Truck de Roberval Andrade e Ronaldo Kastropil na etapa de Interlagos.

 A Ticket Car Corinthians Motorsport, que disputa os campeonatos Sul-Americano e Brasileiro de Fórmula Truck, terá novidades na quinta corrida de 2013, neste domingo (7) no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo (SP). Além da nova identidade visual dos caminhões e da estrutura dos boxes, a equipe apresentará à turcoda durante a programação do GP Crystal sua nova musa, a modelo Gessi Freire.

Os pilotos da Ticket Car Corinthians Motorsport na Fórmula Truck são os paulistas Roberval Andrade e Ronaldo Kastropil. Seus caminhões Scania terão novo layout na etapa em Interlagos, passando a apresentar o escudo corintiano sobre grafismos pretos, brancos e dourados, as cores do uniforme principal do time de futebol. O padrão visual estará aplicado também aos uniformes dos integrantes da equipe e à decoração dos boxes.

As ações da equipe na etapa paulista incluem, também, a apresentação da modelo Gessi Freire, nova musa da Ticket Car Corinthians Motorsport. Ela participou, poucos dias antes da corrida, de um ensaio fotográfico no centro de treinamento do Corinthians, com o caminhão de Andrade. A equipe receberá convidados e patrocinadores – entre eles jogadores e ex-jogadores corintianos – em arquibancada reservada junto à curva do Laranjinha.

“A etapa de São Paulo é especial em todos os sentidos, por isso sempre procuramos desenvolver ações que vão além da competição, propriamente dita para reforçar nossa participação”, observa Andrade, recordista de vitórias na F-Truck em Interlagos – ganhou a corrida quatro vezes, em 2004, 2006, 2009 e 2010, sempre com caminhões Scania. “Também vou prestar uma homenagem ao meu pai, já que a morte dele está completando 30 anos”, revela.

MENOS PRESSÃO
A etapa de junho em Goiânia marcou o primeiro pódio de 2013 da Ticket Car Corinthians Motorsport. Largando em 22º, por ter enfrentado problemas no treino classificatório, Roberval Andrade cruzou a linha de chegada em quinto. “O pódio na corrida em Goiânia tirou a pressão sobre a equipe. Vínhamos em uma sequência ruim de quebras, que nos deixava muito longe do estágio e do prestígio que a equipe tinha há anos”, diz o piloto.

A busca pela quinta vitória na pista de Interlagos passou pela completa revisão do Scania número 15 do campeão brasileiro das temporadas de 2002 e 2012. “A palavra de ordem na equipe é foco, precisamos nos concentrar nesse objetivo. Participei de 11 corridas em Interlagos, ganhei quatro e fui ao pódio nove vezes e liderei nove dessas corridas. E mais vitórias estiveram perto de acontecer. É uma pista onde nos damos bem”, conclui.

Andrade faz menção especial à etapa paulista de 2012. “Eu assumi a liderança da corrida logo no início e só perdi porque tive de diminuir que ritmo quando fiquei sem a quinta marcha”, recorda. O GP Crystal, neste domingo, vai contar pontos pela quinta das dez etapas do Campeonato Brasileiro, em que Andrade aparece em 11º lugar, e será a terceira das quatro que compõem o Sul-Americano, onde Andrade está na 16ª colocação.

Texto: Grelak Comunicação
Foto: Alex Pires

Um comentário:

  1. Olá! Muito bacana o blog! Procurei o contato mas não encontrei!

    Se puder por favor entrar em contato comigo pelo italobalbino1@gmail.com agradeço!

    Abraços!

    ResponderExcluir