segunda-feira, 15 de julho de 2013

Com vitória e 4º lugar em Silverstone, Rafael Suzuki se aproxima da liderança do GT Open

Paulista venceu a primeira prova da etapa ao lado de Giorgio Pantano, e em corrida de recuperação, a dupla conquistou o 4º lugar no domingo e está na vide-liderança da categoria, a um ponto do primeiro lugar.

Após a vitória no dia anterior, Rafael Suzuki e Giorgio Pantano fizeram uma corrida de recuperação neste domingo (14) em Silverstone, e completaram as 24 voltas na 4ª posição a bordo do McLaren MP4-12C. O resultado foi muito importante para o campeonato, e os deixa a apenas um ponto do líder Miguel Toril, que venceu a segunda prova da rodada ao lado de Ranger Van der Zande.
Com um início de etapa difícil, em que não pode participar dos treinos de quinta-feira por causa de uma batida no início da sessão, e na sexta-feira por problemas mecânicos, Suzuki foi direto para a tomada de tempos na manhã de sábado. Correndo pela primeira vez no tradicional circuito inglês, ele garantiu o 13º posto no grid de largada. Além de não largar nas primeiras filas, o desafio seria ainda maior, já que segundo o regulamento, por terem vencido a corrida de sábado, a dupla ítalo-brasileira teria de ficar 15 segundos a mais parado no pit stop, além dos 65 regulares para a prova de 50 minutos de duração.

Começando no pelotão intermediário, o paulista ganhou algumas posições e se manteve próximo de seus concorrentes. Para fugir do tráfego, a equipe italiana Bhai Tech decidiu adiantar a parada obrigatória, fazendo o pit stop assim que a janela se abriu. Mesmo cumprindo o tempo extra determinado, Pantano voltou em 11º, e com forte ritmo conseguiu tirar uma diferença de mais de 12 segundos e conquistar sete posições para fechar o fim de semana na 4ª posição.

O resultado foi positivo também, porque, por não terem subido ao pódio, não terão de pagar nenhum handicap a mais na primeira corrida da próxima etapa, ao contrário dos líderes que terão 15 segundos de penalty. A sexta rodada do GT Open acontece no famoso circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica, entre os dias 6 e 8 de setembro.

Rafael Suzuki
"Cumprimos o objetivo do fim de semana, somamos bons pontos para o campeonato e tudo funcionou bem, carro, performance e estratégia. Agora é trabalhar para melhorar ainda mais pois nossos concorrentes são fortes. Eu, particularmente, tenho que melhorar na classificação para podermos planejar melhor as corridas. Vou aproveitar o break até a próxima para isso, além de estudar as próximas pistas, das quais nunca corri".

Resultado da prova de domingo (categoria GTS):
1 - Toril-Van Der Zande (Mercedes SLS) - Seyffarth
2 - Hamprecht-Kox (Lamborghini Gallardo) - Leipert
3 - Rosell-Mavlanov (Ferrari 458 GT3) - Russian Bears
4 - Suzuki-Pantano (McLaren MP4-12C) - BhaiTech
5 - Bontempelli-De Marco (Ferrari 458 GT3) - Kessel
6 - Di Guida-Bleekemolen (Porsche 997 GT3) - Autorlando
7 - Tutumlu-Spavone (Porsche 997 R) - Autorlando
8 - Beretta-Lyons (Ferrari 458 GT3) - AF Corse
9 - Laursen-Magnussen (Ferrari 458 GT3) - Kessel
10 - Kogay-Seefried (Porsche 997 GT3) - Rinaldi
11 - Maleev-Ladygin (Ferrari 458 GT3) - Russian Bears
12 - Swift-Balfe (Ferrari 458 GT3) - Balfe
13 - Plachutta-Lechner (Mercedes SLS) - Lechner
14 - Sdanewitsch-Rugolo (Ferrari 458 GT3) - AF Corse
15 - Earle-Kremer (Ferrari 458 GT3) - Kessel
16 - Simpson-Tomlinson (Ginetta G55) - LNT
17 - Volker-Heyer (Mercedes SLS) - Seyffarth

Não completaram:
Cordoni-Camathias
Costantini-Barba
Van Der Drift-Razia

Texto: EverSports
Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário