terça-feira, 2 de julho de 2013

Chandon: o gosto da vitória no pódio do Porsche GT3 Cup Challenge

Tradicional marca francesa tem ligação antiga com o automobilismo e passa a ser o champanhe oficial do Porsche GT3 Cup Challenge.

O gosto da vitória ficou ainda mais saboroso no Porsche GT3 Cup Challenge. A partir de Interlagos, terceira etapa do campeonato, a categoria iniciou uma parceria com a Chandon do Brasil, fornecedora oficial do champanhe dos pilotos no pódio. A marca, uma das mais conhecidas e apreciadas do mundo, tem longa tradição no automobilismo: durante três décadas, esteve presente nas cerimônias de pódio da Fórmula 1.

"A Chandon está presente nos melhores eventos. É uma marca alegre, de festas, comemorações. Ter as etapas do Porsche GT3 Cup Challenge reforça esse posicionamento. Vencer uma corrida é uma alegria imensa e proporciona enorme satisfação pessoal, que deve ser comemorada da melhor forma possível", define (NOME), (CARGO) da Chandon do Brasil.

Dener Pires, diretor do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, realça a tradição da marca Chandon no automobilismo: "Em todo o mundo, e ao longo de muitos anos, o automobilismo se acostumou a ver pilotos comemorando vitórias com uma garrafa de Chandon. Ter uma marca como essa ao nosso lado é motivo de enorme orgulho para a categoria".

A parceria entre o Porsche GT3 Cup Challenge e a Chandon do Brasil vai além do fornecimento de espumante para as cerimônias de pódio. Em determinados eventos, como os realizados conjuntamente com o GP do Brasil de Fórmula 1 e da final do Campeonato Brasileiro de Stock Car, haverá degustação de Chandon aos convidados.

Em todas as provas do Porsche GT3 Cup Challenge, a marca Chandon estará exposta nas garrafas e no pódio, no lounge reservado aos pilotos e nos capacetes utilizados pelos convidados participantes do Porsche Experience.

Sobre a Chandon
A Chandon do Brasil foi fundada em 1973, quando a Maison Moët & Chandon começou a procurar por "terroirs" fora da França para produzir vinhos espumantes de alta qualidade. Devido a seu clima e solo singulares, a cidade de Garibaldi, no Rio Grande do Sul, foi escolhida como o local do novo empreendimento. Garibaldi está localizada na região das Serras Gaúchas, a maior produtora de uvas viníferas do Brasil. Atualmente, a Chandon também possui vinhedos em Encruzilhada do Sul.
Nos vinhedos da Chandon são produzidas três variedades de uva: Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico. As outras unidades da Chandon fora da França estão instaladas em Mendoza (Argentina), em Napa Valley (Califórnia - EUA) e em Melbourne (Austrália).

A marca Chandon pertence atualmente ao grupo LVMH - Möet Hennessy Louis Vuitton -, o maior conglomerado de produtos de luxo do mundo.

Sobre o Porsche GT3 Cup Challenge
Realizado no Brasil desde 2005, o campeonato monomarca da Porsche segue os mesmos moldes do Porsche Supercup (que acompanha os GPs de Fórmula 1 realizados na Europa e Oriente Médio) e de similares nacionais existentes na Europa, Ásia, América do Norte e Oceania: oferecer uma competição equilibrada e emocionante na qual todos os pilotos competem com carros Porsche iguais. Atualmente, o modelo utilizado é o 911 GT3 Cup.

Em 2013, o Porsche GT3 Cup Challenge tornou-se a primeira categoria brasileira a ser reconhecida pela FIA (Federação Internacional do Automóvel) como Campeonato Internacional. A cada ano, são realizados nove eventos, sendo pelo menos dois deles fora do Brasil - desde 2010, a categoria já fez provas em Portugal, Espanha e Argentina. Dentro do País, o Porsche GT3 Cup Challenge marca presença em importantes eventos internacionais, como o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a 6 Horas de São Paulo (etapa do Campeonato Mundial de Endurance) e o WTCC (Campeonato Mundial de Carros de Turismo). Atualmente, são 48 carros em atividade, divididos entre as classes Cup (motores de 450 cv) e Challenge (420 cv).

Texto: Letra Nova Comunicação
Foto: Luca Bassani

Nenhum comentário:

Postar um comentário