sexta-feira, 31 de maio de 2013

Pilotos da Motortech têm dia de adaptação ao carro do Brasileiro de Turismo

Tito Morestoni e Luiz Sena Júnior preveem fim de semana de trabalho intenso na estreia do campeonato em Brasília
 
Um treino extra de 60 minutos marcou na tarde desta sexta-feira (31), em Brasília (DF), o início da história do Campeonato Brasileiro de Turismo. Com 16 carros na pista do Autódromo Internacional Nelson Piquet, onde no domingo (2) será disputada a primeira das oito etapas, as equipes tomaram os primeiros referenciais para o trabalho de acerto dos novos carros produzidos pela JL Racing, mesma empresa que fabrica os Stock Car.

A volta mais rápida do treino foi cravada pelo paulista Felipe Fraga, em 1min02s055, com média horária de 169,340 quilômetros. “Foi um dia de muita novidade e muita descoberta para todas as equipes, como era de se esperar”, comentou Adilson Morari, chefe de equipe da gaúcha Motortech Competições, que tem no grid do Campeonato Brasileiro de Turismo o gaúcho Luiz Sérgio Sena Júnior e o catarinense Tito Morestoni.

Morestoni foi o 13º colocado. “Acabei rodando na pista no início do treino e isso danificou meu jogo de pneus. A equipe conseguiu me pôr na pista para o fim do treino. Para os treinos de amanhã (sábado), vamos mexer bastante no carro, fazer um set up totalmente diferente”, antecipou o catarinense. “Tudo foi muito novidade para todo mundo, estamos todos ainda procurando entender o funcionamento de tudo. E trabalho é o que não vai faltar”, falou.

Sena Júnior usou o treino para fazer um reconhecimento do traçado de 2.919 metros. “Eu nunca corri aqui”, explicou. “Tudo que eu precisava hoje era dar o maior número de voltas que fosse possível. Acabei perdendo 20 minutos de treino e dei 17 voltas. Mas foi bom, consegui evoluir um pouquinho a cada volta sem assumir riscos. O momento é de aprendizado e o principal para mim, agora, é aprender a extrair o que o carro oferece”, resumiu.

A entrada de Sena Júnior na pista no início do treino foi vetada. “Não pude ir à pista porque minha carteira de piloto não estava cadastrada no site da CBA”, contou, citando a página da Confederação Brasileira de Automobilismo na internet. “Não sei o que ou por que isso aconteceu. Até que contornassem esse problema, eu fiquei parado por 20 minutos. Perdi um terço do treino. Mas esse tempo perdido a gente dá um jeito de recuperar”, finalizou.

Os carros da Motortech Competições exibem as cores de Agrale, Harsil e CCJ. A programação da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo terá sequência neste sábado (1º), com dois treinos livres de 45 minutos, cada, marcadas para 10h30 e 14h20. A tomada de tempos classificatória, definindo as posições de largada, será aberta às 17h15. A corrida, com duração de 35 minutos, terá largada às 9h15 de domingo.

No treino extra desta sexta, os melhores tempos de volta de cada piloto são os seguintes:
1º) Felipe Fraga (W2 Racing), 1min02s055
2º) Fábio Carreira (W2 Racing), 1min02s296
3º) Gabriel Casagrande (Carlos Alves Competições), 1min02s642
4º) Norberto Gresse (Nascar Motorsport), 1min02s794
5º) Felipe Tozzo (Nascar Motorsport), 1min03s156
6º) Pedro Boesel (Hot Car), 1min03s268
7º) Marco Cozzi (Carlos Alves Competições), 1min03s335
8º) Raphael Abatte (Carlos Alves Competições), 1min03s402
9º) Fernando Fortes (J. Star Racing), 1min03s709
10º) João Preto (Mottin Racing), 1min03s779
11º) Guilherme Salas (Racequip), 1min03s908
12º) Luiz Carlos Ribeiro (Mottin Racing), 1min04s302
13º) Tito Morestoni (Motortech Competições), 1min04s477
14º) Leandro Romera (J. Star Racing), 1min04s745
15º) Guilherme Figueirôa (Scuderia 111), 1min04s822
16º) Luiz Sérgio Sena Júnior (Motortech Competições), 1min05s886
Média do 1º: 169,340 km/h

Texto: Grelak Comunicação
Foto: Vanderley Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário